Rua 25 de Dezembro, 13 - Centro || 8h às 17h - Segunda a Sexta-feira

Notícias • 22/05/2019
Fisioterapeuta referência em osteopatia ministra palestra gratuita em Campo Grande

Dor ao esticar o braço sobre a cabeça ou ao elevar os ombros até tocar o pescoço, pode ser um alerta para o surgimento de doença reumática. O conceito de reumatismo é abrangente, trata-se de um grupo de enfermidades que afetam as articulações, músculos e esqueleto. No próximo sábado, dia 25 de maio, a dra. Luciana Lopes Costa, docente em pós-graduação em Osteopatia pela Faculdade Inspirar, estará em Campo Grande para uma palestra Osteopatia Aplicada a Lombalgia, voltada aos profissionais de fisioterapia e terapia ocupacional. O evento conta com apoio do Crefito 13 (Conselho de Fisioterapia de Mato Grosso do Sul).

A inscrição é gratuita. A entrada será 1 kg de alimento não perecível. E a palestra ocorre na Câmara Municipal de Campo Grande, a partir das 8 horas. Luciana Lopes Costa é considerada referência nacional em osteopatia. "A osteopatia é uma técnica de terapia manual, onde se faz uma avaliação completa para saber realmente a causa da dor. Estaremos juntos descobrindo a possibilidade das dores lombares. Irei falar da avaliação, de tratamento e as descobertas novas do mercado. Então será uma palestra muito interessante, que vai abrir horizonte para nós profissionais". 

Dra. Luciana Lopes Costa, é formada Universidade Tuiuti do Paraná – UTP. Ela é mestre em Distúrbios da Comunicação; com especializações em Medicina e Ciência do Esporte,Traumato Ortopedia – Coffito, Formação Cadeias Musculares e Formação Osteopatia. Atualmente, Luciana Costa é coordenadora e Docente da Pós em Osteopatia, Terapia Manual e Traumato Ortopedia e Desportiva, pela Faculdade Inspirar.

As inscrições on-line podem ser feitas até o dia 22 de maio, quarta-feira, pelo site: http:/palestra.inspirarms.com.br. Haverá sorteio de cursos, descontos em pós-graduação e certificado de participação. Mais informações pelo telefone (67) 9 9155-1044.

Em alerta

As doenças reumatológicas podem ter longa duração, podendo causar dor e dificuldade para as atividades diárias. Muitos pacientes podem sentir ansiedade e depressão relacionadas à demora na melhora dos sintomas, assim como a dificuldade para trabalhar em casa ou no serviço. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) são mais de 15 milhões de pessoas acometidas por doenças reumáticas, mas engana-se quem pensa que só acomete pessoas idosas, elas podem atingir também jovens e crianças.

Serviços:

Local: Câmara Municipal de Campo Grande

(Avenida Ricardo Brandão, 1.600 - Jatiuka Park)

Check-in: 8h

Início da palestra: 8h30 (em ponto)

Coffee-break: 10h30

 

Encerramento: 12h

Acessibilidade

O presidente do Conselho
Regional de Fisioterapia e Terapia

Tamanho da Fonte: A+ A-
Contraste da Tela:
Mapa do Site